terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Faça a análise SWOT do seu negócio já hoje

A análise SWOT é daqueles conceitos que não deve faltar a nenhuma pessoa que queira iniciar-se no mundo do Freelancing. Este termo foi criado por dois professores da Harvard Business School Kenneth Andrews e Roland Christensen e serve para fazer um ponto de situação da sua empresa, tanto a nível interno como externo. Parece complicado? Não se preocupe, é bem mais simples do que parece.

SWOT é uma sigla inglesa, junção das palavras Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats). Com esta análise, que vou explicar-lhe de seguida como realizar, você terá uma noção clara das suas limitações, dos seus pontos fortes e como deve lidar com a sua concorrência. Quando se tem um negócio é importante saber o que tem para oferecer aos seus clientes, de modo a evidenciar o que tem de melhor, mas também para saber os seus pontos fracos, para poder tentar disfarça-los.

EXPLICANDO A ANÁLISE SWOT

Para que possa compreender como fazer a análise SWOT do seu negócio, é determinante que entenda bem as siglas que dão origem ao nome. Sem elas, todo o conceito será difícil de compreender.

FORÇAS

Saber os pontos fortes do seu negócio é determinante, pois é neles que se deve apoiar para destacar-se da concorrência. Se não souber o que tem de melhor, muito dificilmente os seus clientes vão conseguir reconhecer isso também. Aproveite e evidencie tudo o que tem de bom. Veja se seguida alguns pontos que pode destacar como sendo os mais fortes:
  • Boa organização
  • Bons conhecimentos de HTML, PHP ou WordPress
  • Baixo custo de produção
  • Bom conhecimento do mercado
  • Experiência na área
  • Pouco investimento
  • Serviço rápido/gratuito
  • Prestar um bom serviço aos seus leitores
  • Capacidade de inovação
  • Estabilidade financeira

FRAQUEZAS

As suas fraquezas é daqueles pontos que nem dá vontade de analisar mas que infelizmente são necessários. Para melhorar e disfarçar os seus pontos fracos é necessário saber realmente quais são. Confira alguns exemplos de pontos que como identificar como os mais fracos:
  • Poucas horas para trabalhar
  • Nenhum conhecimento de como trabalhar na internet
  • Tempo limitado para construir artigos
  • Pouca capacidade de investimento
  • Serviço ao cliente muito demorado
  • Necessidade de conseguir rendimentos
Penso que com estes exemplos o leitores consegue já identificar as suas fraquezas. O que poderá fazer com elas? Bem neste caso terá duas opções: disfarça-las ou tentar melhorar. Eu acredito mais na segunda opção. Mas tudo a seu tempo, o importante será mesmo concentrar-se naquilo que é realmente bom.

OPORTUNIDADES

Se os dois pontos anteriores eram relativos a uma análise interna da sua empresa ou negócio, os dois pontos seguintes são uma análise externa. Apesar de considerar que não se deve preocupar em demasia com a concorrência, correndo o risco de deixar o seu trabalho para trás, a verdade é que não deve ignorar quem produz o mesmo género de conteúdos que você. Relativamente às oportunidades, esta parte analisa partes do mercado que ainda não floram exploradas.
Imagine que você produz um blog sobre como ganhar dinheiro na internet e no mercado existem poucos sites que falem sobre programas de afiliados de apostas desportivas. Bem, aí você tem uma boa oportunidade para explorar essa parte do mercado, criando um artigo que fale precisamente sobre apostas online. Pode parecer que tudo já foi feito, mas a verdade é que existem sempre partes que pode explorar. Basta utilizar um pouco da sua imaginação. Analise um ponto fraco do seu negócio, pois aí estará uma oportunidade que você poderá explorar.

AMEAÇAS

Não confunda esta parte com as fraquezas. As fraquezas são partes só suas, relativas ao seu negócio como freelancer. As ameaças na análise SWOT são aqueles pontos fracos que a sua concorrência pode explorar. Pegando em alguns exemplos utilizados acima, o facto de ter um tempo limitado para escrever artigos podem ser explorados pela sua concorrência para escrever posts com mais qualidade e assim cativar mais leitores. Ter poucos rendimentos obriga-o a inovar pouco no seu site, o que pode ser aproveitado pela sua concorrência para investir nessa área. E por aí adiante.


COMO POSSO FAZER A MINHA ANÁLISE SWOT?

Conseguir fazer a análise SWOT da sua empresa não deverá demorar muito mais do que 20 minutos, mas deve ser sempre a sua base para opções futuras. Se quiser trabalhar como Freelancer, precisa reconhecer no que é óptimo e no que é menos bom.  No que deve mostrar e no que deve tentar esconder. Uma folha de papel deve ser o suficiente para conseguir organizar-se. Pense um pouco sobre o que faz o seu negócio, pegue numa folha de papel e analise os quatro pontos. Depois disse coloque-a num local visível, para que não se esqueça de toda esta análise. Se o ajudar, responda a estas perguntas:
  • No que me destaco relativamente aos meus concorrentes?
  • Se fosse um cliente, porque motivo devia escolher a minha empresa?
  • Quais são as maiores dificuldades no momento?
  • Em que aspectos posso melhor a curto/longo prazo?
  • Que segmento no mercado encontra-se ainda por explorar?
  • Quais são as minhas fraquezas, que podem ser utilizadas a favor de outras empresas?
  • Quais os pontos em que sou mais forte e que devia destacar?
  • Onde os meus concorrentes andam a errar?
  • Se tivesse que alterar alguma coisa no meu negócio já hoje, o que faria?
  • Poderei melhorar alguns pontos fracos?
Estas são questões que o podem ajudar mais facilmente a chegar a uma resposta definitiva. Responda-as e terá uma visão muito mais clara sobre aquilo que quer para si e para o seu trabalho como freelancer. Não espere para amanhã nem para daqui a umas horas para realizar o seu plano SWOT. Faça-o agora. Agarre num papel e numa caneta. Se não o fizer, estará a trabalhar sem rumo e sem orientação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário